Categories Brasil

Brasil inclui Irã em lista de restrições para entrada em meio a pandemia de coronavírus

SÃO PAULO (Reuters) – O governo brasileiro incluiu o Irã na lista de restrições para entrada por 30 dias por via aérea no Brasil por causa da pandemia de coronavírus e esclareceu em portaria publicada na noite de segunda-feira que as restrições se aplicam a cidadãos de quaisquer nacionalidades que venham dos países que estão na lista.

Além disso, de acordo com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, a portaria também desembaraça a burocracia para cidadãos que precisam entrar no território brasileiro para retornarem a seus países de origem.

A nova portaria não incluiu uma restrição para voos vindos dos Estados Unidos, país que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), tem registrado aumento acelerado no número de casos de Covid-19, doença provocado pelo coronavírus.

Na semana passada, o governo do presidente Jair Bolsonaro, um aliado dos EUA e declarado admirador do presidente norte-americano, Donald Trump, editou portaria que proibia a entrada no país por via aérea de estrangeiros vindos de 12 blocos e países, incluindo toda a União Europeia, a China e o Japão, mas deixou de fora os Estados Unidos.

Também na semana passada, o governo brasileiro fechou por 15 dias as fronteiras terrestres com Argentina, Bolívia, Colômbia, Guiana Francesa, Paraguai, Peru e Suriname. No domingo, a fronteira com o Uruguai foi fechada por 30 dias.

Na segunda-feira, o Ministério da Saúde afirmou que o Brasil tem 1.891 novos casos de Covid-19 e que a doença matou 34 pessoas no país.

Por Eduardo Simões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *