Chefe da WTA espera que Palermo abra caminho para outros torneios em 2020

MUMBAI (Reuters) – O chefe da WTA, Steve Simon, admite ansiedade pela volta do circuito feminino de tênis na Sicília, no próximo mês, e espera que o Aberto de Palermo forneça um plano para as operações dos torneios em meio à pandemia de Covid-19.

O torneio feminino no saibro, que será realizado na capital da Sicília a partir de 3 de agosto, será o primeiro da WTA ou da ATP desde que o tênis foi paralisado no começo de março por causa do surto do novo coronavírus.

“Eu diria que há definitivamente uma empolgação em voltar a fazer o que amamos”, disse à Reuters o presidente da WTA por videochamada dos Estados Unidos.

“Obviamente, foi muito trabalho árduo feito pelos promotores de torneios e pela equipe para nos levar a esse estágio. Então, estamos entrando nisso com grandes esperanças.”

“E esperamos encontrar uma solução que permita ao tênis operar neste ambiente”, completou.

Simon disse que o circuito feminino está planejando organizar o maior número possível de torneios em 2020.

“Acho que nossos três primeiros eventos —Palermo, Praga e Lexington (EUA)— certamente criarão esse caminho para nós”, afirmou.

“Esses três torneios vão acontecer, a menos que recebamos um aviso de última hora do governo ou de autoridades médicas locais.”

Venceslau Editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com