Estatal do setor de energia EPE sofre ataque cibernético

RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO (Reuters) – A estatal Empresa de Pesquisa Energética (EPE), ligada ao Ministério de Minas e Energia, sofreu um ataque cibernético nesta terça-feira e alguns serviços precisaram ser retirados do ar de forma preventiva.

O incidente, registrado em momento em que ataques cibernéticos crescem pelo mundo na esteira da pandemia de coronavírus, que aumentou riscos devido ao grande número de pessoas em trabalho remoto, foi confirmado à Reuters pelo presidente da EPE, Thiago Barral, e por uma fonte da empresa.

“A rede da EPE de fato sofreu um ataque e nossa equipe de TI (tecnologia da informação) está gerenciando”, disse Barral, ao ser questionado.

“Não houve perdas, mas estamos com alguns serviços fora do ar preventivamente… incidentes de segurança são permanentemente monitorados e reportados às instâncias competentes, conforme protocolos vigentes”, acrescentou ele.

O site da EPE, que atua com estudos de planejamento para os setor de energia, estava fora do ar na tarde desta terça-feira, na sequência do ataque.

Não estavam imediatamente claros os motivos e impactos do ataque cibernético.

Venceslau Editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com