Sobre o Autor

Morgan Howen

Morgan is an example author of everest news. She has just a dummy image & content. Sedut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque

LG e Magna anunciam joint venture para componentes de carros elétricos

TORONTO/SEUL (Reuters) – A LG Electronics e a fornecedora automotiva Magna International estão lançando uma joint venture que fará componentes essenciais para carros elétricos, anunciaram as empresas nesta quarta-feira.

A joint venture, provisoriamente chamada de LG Magna e-Powertrain e avaliada em 1 bilhão de dólares, vai fabricar e-motores, inversores e carregadores de bordo, segundo a LG.

O negócio expande a onda de consolidação entre fornecedores com objetivo de capturar um mercado crescente para veículos elétricos, sistemas de e-eixo, que combinam motores elétricos, controles de energia e engrenagens de transmissão unificadas.

No início deste ano, a fabricante de engrenagens BorgWarner comprou a rival Delphi, e os fabricantes japoneses Aisin Seiki, Denso e Toyota criaram um novo negócio venture denominado BluE Nexus.

As ação da LG subia cerca de 25% para o pico desde 2011.

A LG Electronics faz parte do quarto maior conglomerado da Coreia do Sul, com interesses que vão desde eletrônicos, até eletrodomésticos. As principais afiliadas do grupo incluem LG Display, que conta com a Apple como seu cliente, bem como LG Chem, cuja subsidiária LG Energy fornece baterias EV para Tesla.

A LG terá 51% da nova empresa e a Magna 49%, disse a LG.

A transação deve ser concluída em julho de 2021, dependendo da aprovação dos acionistas da LG, entre outras condições, e empregará mil pessoas nas unidades da LG nos EUA, Seul e China.

A LG já forneceu motores, baterias e outros componentes para a unidade de carros elétricos da GM.

A Magna já fabrica engrenagens eletrônicas para veículos para a Volkswagen. Mas ampliar o controle sobre a produção de peças de alto valor de carros elétricos “sempre fez parte da estratégia”, disse à Reuters na terça-feira o novo presidente da Magna, Swamy Kotagiri, antes do anúncio.

“Com as sinergias combinadas, acho que seremos capazes de atender não apenas aos nossos clientes existentes, mas a todos os principais públicos e, de preferência, às novas entradas em busca de plataformas elétricas”, disse ele.

O negócio de soluções de componentes de veículos da LG Electronics registrou 19 trimestres seguidos de prejuízo.

Questionada sobre o cronograma de recuperação de seus negócios de soluções de componentes de veículos em outubro, a LG disse que espera ter lucro no terceiro trimestre do próximo ano.

As vendas deste negócio foram de 150 milhões de dólares em 2019. Kotagiri disse esperar uma taxa composta de crescimento anual de cerca de 50% até 2025.

((Tradução Redação São Paulo; + 55 11 5644-7712))

Venceslau Editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com