Taylor Swift muda estilo no álbum “Folklore” e recebe elogios

LOS ANGELES (Reuters) – Taylor Swift recebeu na sexta-feira algumas das melhores críticas de sua carreira com um álbum produzido inteiramente durante a crise do coronavírus que abre novos caminhos para a artista vencedora do Grammy.

“Folklore” mostra a cantora de 30 anos, que começou como uma estrela country e então virou pop, com uma sensibilidade indie folk que pegou fãs e críticos de música de surpresa.

A Rolling Stone disse que o álbum, com arte de capa de floresta dos sonhos, contém “as canções mais devastadoras e emocionalmente ambiciosas de sua vida”.

“‘Folklore’ realmente parece o álbum de estreia de uma nova Swift”, afirmou a publicação. O álbum alcançou a primeira posição no ranking mundial do iTunes poucas horas depois do lançamento.

Em trabalho com o artista alternativo Bon Iver e Aaron Dessner, guitarrista da banda de rock indie The National, as 16 músicas de “Folklore” chegaram apenas 24 horas depois de serem anunciadas. Seu lançamento ocorre menos de um ano após o álbum de 2019 de Swift, “Lover”, que incluiu o single “Me!”.

Swift disse que, isolada por causa da pandemia de coronavírus, “minha imaginação correu solta e esse álbum é o resultado, uma coleção de músicas e histórias que fluíram como um fluxo de consciência”.

A Billboard chamou “Folklore” de “uma nova e ousada visão de sua arte sem uma música ruim”, enquanto o Los Angeles Times o chamou de álbum de quarentena perfeito.

Reportagem de Jill Serjeant

Venceslau Editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com